O que você precisa saber para planejar os gastos de férias com sua família

Está chegando o momento mais esperado do ano para pré-adolescentes e adolescentes: as férias escolares. São várias semanas sem compromissos, com bastante tempo livre e muita diversão pela frente. Só que os adultos sabem o que isso significa: é um momento em que as despesas tomam um rumo diferente e a rotina já não vale mais. Se por um lado há menos despesas fixas com lanches da escola e transporte, por outro há um forte impacto dos gastos imprevistos nas finanças da família. Isso porque é um período do ano que envolve passeios ao shopping, lanches no fast-food com os amigos e idas ao cinema. Tudo isso num momento em que as famílias já enfrentam uma série de gastos com presentes de Natal, viagens e outros. 

Para que os gastos de férias não se tornem uma preocupação a mais neste final de ano, vale chamar os adolescentes para uma conversa sobre como usar o dinheiro nas próximas semanas. Envolvê-los no planejamento é fundamental para que eles aprendam a valorizar o dinheiro, definindo prioridades e assumindo compromissos com o orçamento da família. Confira o que precisa ser debatido nessa conversa:

  1. As férias precisam caber no orçamento da família: mesmo sendo um momento mais descontraído, isso não é motivo para estourar as despesas! Afinal, mais cedo ou mais tarde a conta dos gastos extras irá chegar. Por isso, o ideal é evitar dores de cabeça no futuro. Combine com seus dependentes um orçamento que faça sentido dentro da realidade financeira de sua família.
  2. É importante definir um limite de gastos: seja por dia ou por semana,  estabeleça um valor médio que pode ser gasto no período. Isso vai tornar bem mais fácil para os adolescentes se manterem dentro do orçamento combinado, pois cada “deslize” será percebido logo e poderá ser compensado rapidamente.
  3. Vale a pena verificar os preços antes de sair de casa: uma forma simples de garantir que o limite de gastos será cumprido é ajudar seus dependentes a criar o hábito de pesquisar preços. Se combinarem um cinema com os amigos, eles devem verificar quanto custa o ingresso, além de pensar no custo do transporte, se houver, e da pipoca com refrigerante. Na ida à lanchonete, vale conferir o site do estabelecimento e ter uma ideia do valor dos lanches favoritos. Esse hábito simples irá evitar sustos na hora de pagar a conta.
  4. Para garantir o lazer mesmo com o orçamento apertado, vale procurar descontos: no caso do cinema, existem dias e horários em que os ingressos são mais baratos. Sugira aos seus dependentes para darem prioridade a essas sessões. É uma forma de se manter no orçamento sem perder a diversão!
  5. Outra boa opção são os passeios gratuitos: sua cidade tem parques ou outras opções culturais gratuitas? Incentive seus dependentes a conferir as dicas que são “na faixa” para aproveitar os dias de férias sem gastar muito. No verão é comum acontecerem festivais de música, exposições e outros eventos que garantem a diversão sem custo nenhum. Vale a pena procurar!
  6. Férias de sucesso são aquelas que terminam sem dívidas: é natural os pais quererem que os filhos guardem boas memórias das férias de verão, mas tão importante quanto construir lembranças positivas é fazer isso sem criar endividamento!  

Seguindo essas dicas para controlar os gastos de férias, vai ser muito mais fácil manter a tranquilidade dos adultos enquanto os adolescentes aproveitam os dias de descanso. Além de curtir, eles aprenderão a cuidar do dinheiro e a planejar a melhor forma de gastá-lo. E dá até para aproveitar esse momento e incentivá-los a fazer uma reserva ao longo do ano. Assim, nas próximas férias eles terão o próprio dinheiro guardado e poderão aproveitar ainda mais!

Quer aproveitar a virada do ano para fazer resoluções que vão mudar os hábitos da sua família? Confira nossas dicas.

Comece já a educação financeira de sua família: assine o Blu by BS2

Compartilhe nas redes

Abra a câmera do seu
celular e aponte para esse QR Code.

Pronto! É só baixar o app direto no celular!