Saiba quais são as armadilhas da mente que levam seus filhos ao consumo por impulso

Nessa temporada de promoções, é muito comum tanto adolescentes quanto adultos caírem nas tentações das compras por impulso. O problema é que muitas vezes as pessoas se deixam seduzir pelos preços convidativos e compram coisas que nem precisam. Mas que tal aproveitar a oportunidade e, em vez de deixar seus filhos caírem nessas armadilhas, conversar com eles sobre como nossa mente nos leva a consumir por impulso? Este pode ser o primeiro passo para ajudá-los a evitar hábitos inadequados que, no futuro, causarão grandes problemas financeiros.

O que é a armadilha do imediatismo

A primeira armadilha das compras por impulso é o mecanismo cognitivo do imediatismo. Os adolescentes tendem a ser mais imediatistas que os adultos, até por causa da forma como o cérebro humano se desenvolve nessa fase.

Saiba mais sobre como os adolescentes tomam decisões

Mas o que é, afinal, o comportamento imediatista? A definição mais comum diz que é a tendência a buscar recompensas imediatas, sem considerar as consequências futuras. Este comportamento, típico da adolescência, pode levar seus filhos a tomar decisões de compra sem pensar. Nesse momento em que a Black Friday se aproxima, com tantos apelos de consumo, é importante conversar com eles e chamar a atenção para o maior risco das compras por impulso causadas pelo imediatismo: gastar o dinheiro (um recurso limitado) com algo que eles nem queriam, ou não faziam questão de ter imediatamente, e acabar ficando sem verba para comprar algo mais importante ou mais desejado.

A melhor forma de evitar o imediatismo é ter disciplina para planejar como o dinheiro será gasto e conseguir se manter dentro do plano! Você pode ajudar seus filhos a se controlar. Converse com eles e incentive a planejar e a manter a disciplina.

O que é a armadilha da influência dos outros

Outra característica muito comum dos adolescentes é a necessidade de pertencer a um grupo, e eles costumam manifestar isso por meio de comportamentos semelhantes, seja nos gostos musicais, nas roupas, nas gírias, etc.

Isso faz com que eles sejam particularmente sensíveis a um mecanismo cognitivo chamado comportamento de manada. Segundo a economia comportamental, trata-se da tendência que temos de fazer uma coisa só para acompanhar os outros, sem pensar se aquilo faz sentido para nós.

Essa tendência pode se tornar uma armadilha para seus filhos na Black Friday, porque eles acabam confundindo os próprios desejos de consumo com os do grupo. 

Saiba mais sobre como diferenciar compras por necessidade ou por desejo 

Para ajudar seus filhos a identificar se realmente querem comprar determinada coisa ou se estão apenas “seguindo a manada”, peça que reflitam se aquela vontade tem a ver com algo que vai causar satisfação por si só ou se esse bem-estar está mais ligado ao fato de ter algo que os amigos e as amigas também têm.

O que é a armadilha da ostentação

A necessidade dos adolescentes de pertencer a um grupo acaba os levando, por outro lado, a querer se destacar de alguma forma. Como na nossa sociedade as pessoas tendem a ser avaliadas pelas coisas que elas têm, existe um risco de os mais jovens caírem na armadilha da ostentação.  

A tentação de comprar coisas caras, acima das possibilidades, vem do desejo de impressionar os amigos e as amigas. A propaganda e as promoções aumentam essa vontade de possuir coisas para exibir. 

É importante conversar com seus filhos sobre os riscos dos excessos no consumo, e a Black Friday é uma boa oportunidade para isso. Mostre a eles que comprar coisas caras apenas para impressionar pode levar ao consumismo exagerado, e no futuro isso irá causar sérios problemas. Mais importante do que ostentar coisas caras é cultivar boas relações e construir valores positivos!

Siga o Blu nas redes sociais Instagram e Facebook e acompanhe a hashtag #BluNaBlackFriday para mais dicas!

Compartilhe nas redes

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Abra a câmera do seu
celular e aponte para esse QR Code.

Pronto! É só baixar o app direto no celular!