Adolescentes em casa: como engajá-los em atividades domésticas e financeiras

A rotina das famílias mudou de repente, e todos nós precisaremos nos adaptar. Do dia para a noite, foi preciso nos adequarmos a uma nova situação, com pais e filhos em casa dividindo tarefas e compartilhando espaços.

Este novo momento é delicado e complexo e permitirá reflexões e aprendizados para todos. Você sabia que é possível usar as competências fundamentais da educação financeira para ajudar sua família nesse período?

Saiba quais são essas competências e como elas podem ajudar a engajar seus filhos adolescentes durante o isolamento:

Ganhar: valorizar o trabalho. 

Quando seus filhos forem adultos, precisarão trabalhar para ganhar dinheiro. No momento, podem participar das tarefas da casa. Para todas as idades, há uma ou mais atividades que são adequadas. Assim, aprenderão a valorizar o trabalho e entenderão a importância de contribuir para o bem comum.

Planejar: definir e priorizar objetivos

Cada família precisará criar uma nova rotina para se adaptar a essa nova dinâmica. Isolamento social não significa que eles estão de férias! É importante, na medida do possível, acordar nos mesmos horários, tomar café, escovar os dentes e começar o dia, dividindo-se entre eventuais atividades propostas pela escola e a ajuda na manutenção da casa.

Poupar: reservar com um propósito

Se você dá mesada aos seus filhos, não interrompa! Mesmo que eles não estejam saindo de casa, o que significa que provavelmente irá sobrar algum dinheiro. Aproveite para ensiná-los a poupar. A mesada não tem só o propósito de cobrir despesas, ela é uma ferramenta que ensina os adolescentes, na prática, a gerir o próprio dinheiro. Crie uma Reserva e ensine seus filhos a poupar com um propósito!

Gastar: usar os recursos de forma consciente

Em um período de tantas incertezas, é fundamental evitar o desperdício. É um período difícil para todos e precisamos usar com sabedoria o que temos. Observe, junto com seus filhos, quais recursos estão sendo desperdiçados e o que pode ser feito para economizá-los.

Doar: estimular a solidariedade

Em um período de isolamento, pode parecer difícil fazer trabalhos voluntários. Mas se a tecnologia facilita o contato de maneira remota, que tal pensar em formas de ajudar sem sair de casa? Doações em dinheiro podem ser feitas para ONGs de apoio aos mais vulneráveis. 

Outra preocupação é com os efeitos do isolamento sobre as condições psicológicas, especialmente dos idosos. Incentive seus filhos a fazer companhia aos parentes mais velhos pelos canais digitais que eles sabem usar tão bem.

Nossa solução:

O Blu By BS2 é um aplicativo de educação financeira para adolescentes, que disponibiliza de forma gratuita uma plataforma para ajudar sua família a transformar atividades domésticas e financeiras em desafios divertidos e alinhados ao desenvolvimento de habilidades que servirão para toda a vida.

Neste momento, cada um precisará dar sua contribuição. Conte com a gente!

Baixe o app gratuitamente e conheça nossos Desafios!

Acompanhe o Blu no Instagram e fique por dentro das nossas sugestões para ajudar na nova rotina de sua família!

Esta informação foi útil para você?

Compartilhe nas redes

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Abra a câmera do seu
celular e aponte para esse QR Code.

Pronto! É só baixar o app direto no celular!